2º Passo Para Mudar Uma Vida - Crenças Limitantes

Oi Pessoas!

No 1º Passo eu deixei algumas perguntas para serem respondidas, se você respondeu, então está pronto para o 2º passo (Caso ainda não tenha conseguido, ou necessite de ajuda entre em contato comigo talvez eu consiga te ajudar!É fácil e não custa nada!)

Neste próximo passo é necessário que você saiba onde está e onde quer chegar, aqui você traçará uma nova jornada baseado no conhecimento do aspecto que precisa ser mudado!

Tendo encarado o problema, agora você precisa entender o motivo que gerou o que você vive agora.
Qual a causa que te fez chegar ao ponto em que está estacionado hoje?

Quero te dizer que neste mundo não existe certo ou errado, o que existe são causas e efeitos, como no ditado popular você "Colhe o que plantou", porém depois da colheita nos temos um período para preparar o solo novamente e iniciar uma nova plantação, e esse preparo do solo será nosso segundo passo.

                            

Quando descobrimos a causa, podemos analisar todos os fatores que nos levaram por aquele caminho, mais precisamente os sentimentos que trazíamos dentro de nós no momento em que realizávamos cada escolha.

Por isso é necessário conhecer nossas crenças e o que havia em nossa mente, para pesarmos e avaliarmos se essas, devem permanecer em nós ou não!
Durante esta análise você perceberá o quanto cresceu neste caminho até aqui, mesmo com tanto sofrimento e dor, então aproveite todo esse aprendizado para verificar suas crenças e sentimentos.

**Quando falo de crenças, me refiro a uma forma de pensar limitante, apesar de a palavra remeter ao cunho religioso, crenças são todos os pensamentos ou idéias unidas ao sentimento que nos leva a realizar algum tipo de ação que nos beneficia ou não.

Não tenha apego a crenças e não tenha medo de altera-los, só porque você as teve a vida toda, aprenda a se desapegar do que te pesa, e te deixa preso à dor que sente agora!

Aí você me pergunta:
-Juliana, ok, fácil falar, mas você já alcançou essa libertação?

E eu te respondo:
- Olha, a minha resposta é Não!

Algumas crenças são mais fáceis, pois você consegue mostrar para sua mente que elas não funcionam, mas existem outras que te travam, por estarem tão alicerçadas no seu subconsciente, no entanto quando começo a analisar meu conjunto de crenças, elas acabam perdendo um pouco de força, pelo simples fato de observá-las, porque agora que eu as conheço e vivo me policiando, é como se uma sirene acendesse toda vez em que eu ajo de acordo com um crença limitante, então no mesmo momento posso retornar e refazer meus passos ou voltar atráz do que disse...por isso costumo dizer que eu sou uma metamorfose ambulante (viva Raul Seixas!) por mudar de opinião ou de atitute, não por instabilidade mais por me permitir ser guiada por uma crença que não me representa mais.

Bom então deixo essa tarefa para nós:

- Pare por um momento, pegue um papel e uma caneta e escreva quais as crenças que você traz consigo desde o dia em que sua vida desandou, enumere as de acordo com a profundidade de cada uma.

- Questione de onde elas surgiram, e por que você ainda as segue!

- Tente substituir as crenças listadas por outra que te motive a alcançar seu objetivo.

- Agora treine para que ela se torne um hábito em sua vida

Com este conhecimento você conseguirá seguir em frente sem tanta limitação.
Então verifique suas crenças limitandoras e substitua por crenças que te ajudem a seguir em frente!

Como disse a cima, qualquer dúvida ou se precisar de ajuda, entre em contato:


Tenha um ótimo dia e até o próximo passo!

Post Anterior:








© De tudo Fica um Pouco - 2015. Todos os direitos reservados.
Layout por: MPC Criação.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo